REHAB

Por Diego de Montalvão, em CONTOS

REHAB

23 de Agosto de 2019 às 22:30

Para Raul Lopes

 

Segunda-feira, 31 de dezembro às 23:50, os rojões iluminam a calçada e nela uma multidão em êxtase afinando o coro dos contentes. À mesa, a penumbra de um copo de whisky acompanhado de um marlboro e de tudo que podia ter sido e que não foi. Pego a glock no armário - não sei quantos projéteis estão no tambor - giro a roleta e, desafinado, digo em voz alta: este é o meu ultimo gole e meu último cigarro! Prendo a respiração, acomodo o dedo no gatilho, ajusto o cano na têmpora, disparo e ouço um clique seco.
- Esse ano vai ser fod...

Voltar